Captação de Recursos Federais é tema de palestra do “Diálogos que Conectam”

Com o objetivo de levar uma visão geral e conhecimento sobre o tema “Obras Públicas: A importância dos engenheiros e arquitetos nos processos de captação e aplicação de recursos federais”, a Associação Brasileira dos Engenheiros Civis Seção Bahia realiza, no dia 28 de julho, às 18h, uma palestra no canal do Youtube do Crea (www.youtube.com/creaba1). A transmissão ao vivo, que faz do projeto “Diálogos que Conectam”, será ministrada pela engenheira civil e sanitarista, administradora e diretora de convênios da Abenc-BA, Cléa Maria Costa dos Santos.

Tendo trabalhado durante muitos anos com a execução de obras públicas e atualmente prestando consultoria para acompanhamento de convênios na área de engenharia, a engenheira civil e sanitarista, Cléa Maria Costa do Santos, faz a interface entre municípios, ministérios e secretarias estaduais para aprovação dos projetos e propostas, objetivando a liberação e utilização dos recursos disponíveis para execução de obras, por meio de emendas parlamentares, programas ou editais. “No âmbito de obras públicas, existem várias modalidades de financiamentos, programas de incentivo a construção e recursos disponibilizados pelo governo federal para os municípios e estados, para a realização de obras de infraestrutura, saneamento básico, drenagem, habitação e outras no Brasil. Convivo com as dificuldades, principalmente dos municípios, em cumprir todas as etapas definidas pelos órgãos repassadores de recursos”, explica.

Na oportunidade, Cléa Maria, que também já atuou por mais de dez anos no setor privado como engenheira responsável pela execução, planejamento e orçamento de obras, ressalta as oportunidades existentes para os profissionais de engenharia no atual cenário. “Na medida que os órgãos de controle foram sendo fortalecidos, houve um aumento na necessidade de técnicos para atendimento das demandas definidas nos normativos e condições de repasse e utilização dos recursos. Neste contexto, os engenheiros e arquitetos são agentes importantes para que todas as etapas sejam atendidas, desde a captação onde é necessária a apresentação dos projetos, até a aplicação efetiva dos recursos na execução das obras públicas, quando temos profissionais desempenhando os papéis de executores, de responsáveis pelo gerenciamento da obra ou de fiscalização”, pontua.

Para finalizar, a engenheira convida: “Participar do projeto Diálogos que Conectam é uma oportunidade de trazer este tema da participação e responsabilidades dos profissionais de Engenharia e Arquitetura e outras áreas afins para discussão, o que para mim é muito gratificante. Esperamos a participação de todos os profissionais que queiram entender melhor sobre o universo desta engrenagem que é a captação e utilização do recurso público e a grandeza do papel desenvolvido por cada ator, para que tenhamos um rápido e melhor aproveitamento dos recursos financeiros disponíveis”, convoca.

Cléa Maria Costa dos Santos também possui extensão em Metodologia de Ensino Superior (Ufba) e em Auditoria e Inspeções Municipais pelos Órgãos de Controle: TCU, TCM e CGU-Fundagem. Além de também desenvolver treinamentos para engenheiros e arquitetos e orientar gestores no que diz respeito ao atendimento das normas previstas em lei para execução de obras públicas.

O projeto Diálogos que Conectam foi pensado como forma de levar conteúdo técnico de qualidade aos profissionais e sociedade durante o período de isolamento social. Para participar, basta acessar o canal do Crea-BA no Youtube. Outras informações sobre palestras ou cursos online também podem ser obtidas no site: www.creaba.org.br.

Confira o cronograma de palestras:

29 de julho, às 18h - A Linguagem Corporal dos líderes (Palestrante: Engenheira de Produção Carla Nascimento).

30 de julho, às 18h - Compatibilização de Projetos - Estudos de Casos (Palestrante - Engenheiro Civil Mário Ribeiro)

04 de agosto, às 18 h - Ética profissional em Tempos de Pandemia. (Engenheira Civil Flávia Roxin Bretas).

11 de agosto, às 18 h - Geoprocessamento e Mapeamento da Covid-19 ( Urbanista Caio Machado Cardoso)

13 de agosto, às 18 h - Sondagens de Simples Reconhecimento em Solo: Contratação e Fiscalização (palestrante - Engenheiro Civil Evangelista Fonseca)

18 de agosto, às 18h - Sustentabilidade x Prevenção x COVID-19 – Precisamos Pensar Nisso (Palestrante: Engenheira de Segurança do Trabalho Lilia Accioly).

20 de agosto, às 18h - O Desenvolvimento da Bahia no séc XXI passa pela FIOL e pela Mineração (Palestrante: Presidente da CBPM e administrador de empresas, Carlos Tramm).

25 de agosto, às 18h - Ensaios não Destrutivos como Ferramenta Auxiliar das Perícias de Engenharia Civil (Palestrante: Engenheiro Civil Emerson Carvalho).

Elhana Brandão

Fonte: Ascom Crea-BA
Compartilhe esse conteúdo:

O momento é de reinventar-se para sobreviver ao mercado castigado com os limites impostos pela pandemia do novo coronavírus.

Os comentários estão encerrados.