Confira os destaques da 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia

0
336

Com o tema “A engenharia a favor do Brasil: mudanças e oportunidades”, a 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) reuniu cerca de 2.500 profissionais na cidade de Foz do Iguaçu, de 29 de agosto a 1º de setembro. A Abenc-BA esteve representada através de sua presidente,  eng. Rute Carvalhal, seu diretor financeiro, eng. Paulo Sertório e de cinco conselheiros titulares: engenheiros Leonel Borba, Luis Claudio Vargas, Luis Edmundo Campos, Manoel Albuquerque e Marcelo Cajado.

 

Durante o encontro ocorreram diversas palestras importantes, com temas relacionados ao futuro da engenharia frente ao cenário turbulento da economia brasileira, as inovações tecnológicas e os processos de globalização no exercício dos profissionais engenheiros, além dos temas: Ética, Acessibilidade e Equidade de gênero, abordagens que fortaleceram ainda mais a participação dos profissionais.

 

Na oportunidade foi realizada a 3ª edição do Congresso Técnico Científico da Engenharia e Agronomia (Contecc), com divulgação de trabalhos técnicos científicos desenvolvidos nas mais diversas instituições do país. Também foram apresentados os projetos vencedores do 1º Prêmio Mútua de Empreendedorismo, criado para incentivar processos, produtos e serviços inovadores. A iniciativa é feita com a parceria da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

 

Na sequencia, dias 02 e 03 de setembro, foi a vez do 9º Congresso Nacional de Profissionais (CNP), que reuniu 594 delegados estaduais e institucionais e 180 convidados. Foram 83 propostas enviadas de todo o país e 54 delas aprovadas. Todas serão submetidas nos próximos meses a oitivas nos Creas.

 

A Abenc-BA contou com a participação dos engenheiros Marcelo Cajado na qualidade de delegado e Luis Claudio Vargas, na qualidade de convidado.

 

O conselheiro pela Abenc-BA, eng. Luis Edmundo Campos, único baiano a participar do evento na qualidade de palestrante, ministrou o tema “Obras de Contenção e Estabilização de Encosta”. Campos é professor da Escola Politécnica da Ufba, Coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil da Bahia e Coordenador Adjunto Nacional das Câmaras Especializadas de Engenharia Civil do Confea.

 

Ao longo do encontro, duas importantes reuniões foram realizadas, com participação da Abenc-BA. A primeira sobre Entidades de Classe na Constituição e Funcionamento do Sistema, sob o comando do presidente do Confea, Eng. José Tadeu da Silva. Na ocasião, Tadeu fez um relato histórico do sistema e destacou a importância das entidades. Recebeu questionamentos sobre quais medidas que serão adotadas para viabilizar a implantação da Resolução 1075/2016, criada para estabelecer as regras de repasses para as entidades e que até o momento não permitiu o uso dos recursos, principalmente daqueles oriundos dos pagamentos das ART’s e que tem causados problemas sérios, inclusive de fechamento e cancelamento de vínculo representativo nos CREAs de todo país.

 

O Confea, através de seu presidente, assumiu o compromisso de resolver todas as questões que hoje dificultam a implantação das novas regras de repasse e que em breve as entidades estarão realizando os novos convênios.

 

A segunda reunião foi a convocação da Abenc Nacional, que propôs questões sobre ações judiciais em andamento, a situação de cada departamento, propostas a serem defendidas pelos delegados na CNP, e sustentação financeira das entidades.

 

No início do encontro houve inversão de pauta e foram tratadas as propostas do CNP e em seguida a reunião com os presidentes das entidades regionais. O presidente Nacional Eng. Francisco Ladaga, levantou o questionamento sobre apoio a novas entidades de engenharia civil que estão trabalhando para ter assento no Colégio de Entidades Nacionais e os presentes apontaram a necessidade de rever o atual Estatuto – que não apresenta qualquer impedimento de apoio por parte das regionais – em apoiar novas organizações. Ficou definido que a Abenc Nacional deverá protocolar documento junto ao Confea sobre a criação da nova resolução que inviabiliza a manutenção das entidades vinculadas ao sistema e também contribuir para solucionar o impasse existente em algumas regionais e a representação nos Creas do país.

 

No final, a pedido da presidente da Abenc-BA, foi feito o registro dos presentes na reunião, com a bandeira da entidade, como mais uma forma de registrar as comemorações dos 30 anos de fundação, ocorrido no dia 18 de agosto, em sua sede.

 

 

Texto elaborado pela presidente da Abenc-BA, Rute Carvalhal, com o resumo da SOEA.

 

COMPARTILHAR